Dia Europeu da Vítima de Crime


Assinala-se hoje o Dia Europeu da Vítima de Crime.

O Dia Europeu da Vítima de Crime é assinalado esta segunda-feira, quando se regista um aumento de mulheres afectadas por crimes, principalmente de violência doméstica.
A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) assinalou 6539 mulheres afectadas por crime em 2009, uma média de 18 por dia, a maioria entre 26 e 45 anos, num total de 7639 vítimas apoiadas pela entidade.

No balanço da sua actividade no ano passado, a APAV aponta um acréscimo de 1,3 por cento dos processos de apoio, que totalizaram 10 132, com o número de pessoas ajudadas a ultrapassar 20 mil. No total, foram registados 17 628 crimes, a maior parte (90 por cento) de violência doméstica.
O número de idosos vítimas de crime atingiu 642, ou seja, uma média de dois por dia, uma situação próxima da que se regista entre as crianças, com 610 vítimas.

Para assinalar o Dia Europeu da Vítima de Crime, a APAV organiza, em Lisboa, um seminário dedicado ao tema «As Vítimas de Crime e os Órgãos de Comunicação Social», com a participação de diversos especialistas e técnicos.

Também esta segunda-feira, figuras públicas vão estar em Lisboa, em frente ao Atrium Saldanha e na rua Augusta, para distribuir informação aos transeuntes sobre normas básicas de segurança, numa campanha da APAV.
A data será também aproveitada pela APAV para reforçar a campanha nacional «Se pode complicar, para quê facilitar?», que visa prevenir e sensibilizar os portugueses para os crimes contra o património, «carjacking» (roubo de viaturas com violência) e «homejacking» (roubo de casas com violência), assim como para a segurança pessoal, segurança na rua, nas zonas residenciais e de trabalho, nos transportes e áreas de acesso púbico.


in IOL

1 comentário:

Rita disse...

Todas estas iniciativas da APAV são de louvar.
Esperemos que os números comecem a diminuir, contrariando a tendência que têm demonstrado... é uma vergonha!